Plantão
Esporte

Após áudios vazados, Paulo Paixão pede demissão e deixa o Inter

Publicado dia 23/11/2021 às 14h14min | Atualizado dia 23/11/2021 às 14h35min
Com 70 anos, Paulo Paixão pediu demissão nesta segunda-feira (22)

O Internacional anunciou, na segunda-feira (22), a saída de Paulo Paixão, coordenador da preparação física do clube. O profissional pediu demissão após a repercussão negativa de áudios vazados em que critica o elenco da temporada de 2021 e cobra reforços para o próximo ano.

"O Diego (Aguirre) olha para trás, para o banco, e é só garoto. É o Boschilia enganador, que não é mais garoto, mas o resto é. O time vai ter que contratar se quiser fazer alguma coisa para o ano que vem. E trocar umas peças que já estão, em termos de clube, há muito tempo. Faz uma permuta, Patrick com não sei quem, Dourado com não sei quem, Cuesta... Tem que fazer, tem que renovar, o vestiário está há muito tempo ali. Enfim, é difícil”, afirmou em trecho.

Por meio de nota, a diretoria colorada reforçou que a saída seria pela divulgação de uma conversa privada em larga escala. Com 70 anos, Paulo estava na terceira passagem pelo time. Com a decisão acertada, gravou um vídeo em que se desculpou com os funcionários e reconheceu o erro.

“Houve um vazamento de áudio no qual fiz o desabafo com um amigo em particular. Infelizmente esse áudio vazou. Após esse vazamento, procurei meu diretor-executivo e pedi demissão. Peço desculpas aos jogadores, direção, comissão técnica, funcionários e torcedores do Inter, em todo esse tempo de profissão, 47 anos, jamais me ocorreu isso”, explicou.

Paulo Paixão deixa o cargo de coordenador de preparação física do Inter após áudios vazados - Ricardo Duarte/Internacional   Divuçgação: scctv.net.br

Paulo Paixão deixa o cargo de coordenador de preparação física do Inter após áudios vazadosImagem: Ricardo Duarte/Internacional

 

O Internacional está na 8ª posição da Série A, com 47 pontos. O próximo jogo é quarta (24), às 21h30, no Maracanã, diante do Fluminense, pela 35ª rodada.

Em vídeo divulgado pelo clube a pedido de Paulo Paixão, ele reforçou o pedido de desculpas.

"Estou aqui para fazer um comunicado. Houve um vazamento de áudio no qual eu fiz um desabafo com um amigo em particular. Infelizmente, este áudio vazou. Então estou aqui. Após este vazamento, procurei meu diretor executivo, Paulo Bracks, e pedi demissão. Peço desculpa a jogadores, direção, comissão técnica, funcionários e torcedores do Internacional. Nesses 47 anos de profissão, jamais me ocorreu isso. Eu tenho que entender que se eu errei, tenho que assumir isso. Estarei na torcida. O trabalho que está sendo desenvolvido com o comando do Aguirre, no vestiário, com certeza os atletas irão  alcançar o objetivo que é a classificação para Libertadores. Estarei em casa, torcendo como nunca, para que este grupo, junto com a comissão, funcionários, direção e torcedores, atinja seu objetivo. O Inter é grande, o Inter é campeão mundial", disse..

Confira nota do Inter:

O Sport Club Internacional comunica que o Coordenador de Preparação Física Paulo Paixão pediu demissão do cargo. O profissional procurou o diretor-executivo Paulo Bracks e alegou não ter mais ambiente para seguir no Clube. Paixão lamenta o episódio da divulgação de um áudio privado e pede desculpas ao grupo de jogadores e ao Internacional. O Clube agradece pelos serviços prestados e deseja sorte na sequência de sua carreira.

 

Fonte: Midias sociais - Divulgação: scctv.net.br